Os idosos estão tecnologicos

Não tem mais desculpas. Os idosos chegaram.

Um review de uma pesquisa do Google que mostra que os idosos, sim, estão cada vez mais aderindo à tecnologia.  

Passou a época em que se dizia: “os idosos nunca irão aderir a tecnologia”.  

Engano seu! O Google lançou uma pesquisa mostrando como as pessoas mais velhas estão se envolvendo com a transformação digital e querendo usá-las para melhorar suas vidas.  
Todos sabemos, mas o Brasil está diminuindo sua taxa de natalidade e aumentando as pessoas que estão ficando velhas. Com o avanço da medicina agregado as novas tecnologias teremos muito mais pessoas velhas futuramente no que crianças. Para se ter uma noção em 11 ano, no Brasil, teremos mais pessoas com +60 anos do que crianças com 10 anos. E até 2050, 8 de cada 10 pessoas irá morar em países de média e baixa média renda.  

Olha só, na pesquisa diz que 1 /4 dos idosos já estão conectados, e suas maiores procuras nos buscadores do Google são sobre assuntos relacionados a velhice, aumento de 13% por ano desde 2015. E o mais incrível é que 7 de cada 10 empresa acreditam que estas pessoas não acompanham os avanços tecnológicos. Grande engano! 

Eles estão conectados cada vez mais

Um insight que o artigo mostra é que o setor de moda pode aproveitar este avanço. 65% com mais de 60 anos se identifica com o segmento de remédios e apenas 5% deles com o setor de moda. Simples, as empresas que ditam as tendências focam muito no público jovem e esquecem dos mais velhos. Um ponto de oportunidade. A primeira empresa que começar a explorar este nicho irá ter grandes resultados. Basta apenas entendê-los e criar soluções certas.  

Um exemplo é a youtuber Macia Gabriel que fala sobre moda depois dos 50 e 60 anos. As visualizações passam de 1 milhão de views. Falando no youtube, esta é ferramenta preferida deles. Entre os 45 e 55 anos chega ser 3x maior do que a segunda utilizada. 

Eles usam para consumir, não apenas para se informar. No último Black Friday o que mais chamou a atenção foi que além de pesquisarem sobre bengalas, houve um crescente procura por aparelho celulares para idosos. Isso mostra o quanto eles estão querendo se engajar com este mundo dinâmico.  

Mas o que mais chama atenção é de que eles estão querendo…. namorar. Isso mesmo, os nossos vôs estão buscando paquerar através das redes socias e aplicativos de relacionamentos.   

Em 2018 foram mais de 120 mil buscas pelo site Coroa Metade. Um portal especializado em relacionamentos por pessoas maduras. Mas além disso, a procura aumentou consideravelmente pelo termo “disfunção erétil” e “Viagra”, chega ser 5x maior do que palavras como diabetes e colesterol.  

Eitaaaaaa!!! (risos)  

as pessoas mais velhas querem namrorar

E não para por aí, eles querem trabalhar. Por serem mais velhos e não terem mais preocupações com filhos ou compromissos de “jovens” eles acabam voltando para o mercado. Desde de 2015 houve um aumento de mais de 30% nas pesquisas por emprego na terceira idade. Incrível! 

Não tem como negar e está evidente, de que o termo “idoso está ficando velho”, como diz o Google em belo artigo. A tecnologia chegou e mostrou para este público especial de que ela pode ser usada para ajudar a ter uma vida com melhor qualidade e ser usada para diversas coisas.  

Como profissional nesta área fico extremamente feliz em ler uma pesquisa dessa e perceber que os avanços tecnológicos estão alcançando pessoas com idades avançadas, mas que merecem tanto quanto qualquer outra pessoa a ter seu direito de consumi-la.  

Sempre fui um defensor da assebildiade a todos e agora o farei com mais força ainda. Tenho uma pessoa em casa que tem mais de 60 anos e que está introduzida nesta transformação e pude comprovar o quanto a vinda destas facilidades trouxeram uma qualidade de vida superior para ela. Minha mãe <3  

  Agora posso ser xingado pelo whatsapp. Hahaha 

Considerações:

Obrigado por ter chegado até aqui. Se você está lendo isso, possivelmente gostou do conteúdo. Compartilhe com seus amigos e não deixa de dar sua opinião abaixo.

Vamos espalhar conhecimento!

Caso tenha alguma dúvida, envie um e-mail para junior@agenciaplanum.com.br ou deixe um comentário abaixo.

Leave a reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *